Saiba qual o melhor aparelho para aquecer seu ambiente

A temperatura despencou por aí? O Brasil é um país tropical, conhecido pelo calor que se estende por todo seu território na maior parte do ano. Mas, em algumas regiões do país o inverno é mais rigoroso e com dias bem gelados. Em algumas localidades são registradas geadas e até neve. 2021 já vem apresentando temperaturas abaixo da média dos invernos anteriores e a neve já deu as caras no extremo sul do país neste ano.
Nessas horas a gente não sabe se é mais difícil entrar no banho ou sair dele, não é mesmo? A solução passa a ser aquecer os ambientes. E na hora do desespero há uma corrida em busca de equipamentos de aquecimento. Mas entre as opções disponíveis no mercado, você sabe o que é melhor para você e sua família?
Fizemos uma análise comparativa para mostrar que investir num modelo de ar-condicionado que opere tanto resfriando quanto aquecendo o ambiente pode ser a sua melhor escolha.

Aquecedores halógenos, termoventiladores, a óleo, a gás e cerâmica

No caso dos aquecedores halógenos o consumo de energia chega a ser até três vezes maior do que um ar-condicionado Quente e Frio. Ele possui lâmpadas halógenas com resistências elétricas internas incandescentes que aquecem e emanam calor. Neste modelo, há o risco de queimaduras, já que o aparelho como um todo fica bem quente. Existe até risco de incêndio, se for esquecido em funcionamento ou entrar em contato com tapetes, cortinas e toalhas. Ele emite uma quantidade razoável de luz e se você gosta de dormir no escuro pode ser incômodo. Além disso, a sua conta de energia pode até dobrar, dependendo do modelo.

Nos termoventiladores o consumo de energia também é bem maior do que um ar-condicionado Quente e Frio. Ele possui uma resistência elétrica incandescente que fica acoplada às suas hélices e espalha o calor por meio destas, como se fosse um ventilador. Por conta do seu preço baixo, esse é um dos modelos mais comuns. Mas, ele pode ressecar o ar e causar queimaduras. Além disso, sua conta de energia também vai ser mais salgada, dependendo do modelo.

O aquecedor cerâmico, é um modelo elétrico envolto em uma cerâmica que retém a temperatura e quando aquecida, distribui o calor de forma mais suave sem grandes riscos para oxigenação e ressecamento do ambiente, como nos modelos anteriores. Também diminui o risco de queimaduras. Entretanto, o consumo de energia de um aparelho como esse é ainda mais alto que os elétricos comuns.

Nos modelos de aquecedores à óleo, o referido óleo circula por dentro do aparelho, onde é aquecido por resistências elétricas, fazendo com que o ambiente também fique mais quente. Em termos de consumo de energia, ele é tão esbanjador quanto os elétricos. E também oferece risco ao ser utilizado em locais pequenos ou sem ventilação, justamente pela queda na oxigenação. Diferente dos outros aparelhos, ele mantém a temperatura por um tempo mesmo após desligado, mas em contrapartida demora mais para aquecer o ambiente. Pode apresentar odor e não é aconselhável deixá-lo ligado por uma noite inteira, por exemplo.

Os aquecedores a gás, por sua vez, são mais indicados para uso externo, devido ao alto risco de manipulação do gás, porém, existem modelos para ambientes internos também. Alguns modelos que utilizam o GLP, ou Gás Liquefeito de Petróleo, são de maior risco já que o gás não tem cheiro, e pode causar sérios problemas respiratórios se inalado. Sem contar o risco de explosão. Neste caso, é necessário sempre garantir que a instalação do aparelho está correta.

Ar-condicionado Quente e Frio

Alguns aparelhos equipados com o Ciclo Reverso podem além de resfriar, aquecer o ambiente. Ou seja, garantir a climatização perfeita para você, seja em casa ou no trabalho. O consumo de energia é muito mais baixo na comparação com aparelhos aquecedores. Isso porque o Sistema Inverter é mantido no Ciclo Reverso, agindo de forma a garantir baixo consumo energético.
Quando há um ar-condicionado Quente e Frio em um ambiente, é possível escolher a temperatura mais agradável para que todos se sintam confortáveis, por exemplo: deixar a temperatura do ambiente em 24°C, garantindo conforto térmico para você, sua família ou clientes. Recomendamos a variação entre 23°C e 26°C como temperatura ideal para o bem-estar. Em alguns modelos de ar-condicionado você pode até ajustar a variação de temperatura durante a noite. Nos aquecedores, essa opção não existe, eles aquecem o espaço sem uma temperatura definida.
Outra vantagem é que você não precisa se preocupar em desligar o seu aparelho de ar-condicionado, pois ele não oferece risco na oxigenação do ambiente. Pelo contrário, alguns aparelhos melhoram a qualidade do ar. Graças às tecnologias especiais de filtragem, o ambiente pode ficar livre de vírus, pólen e alérgenos. E, se mesmo assim você considerar melhor desligar depois de algum tempo, pode contar com um timer que desliga sozinho enquanto você continua dormindo.
Por falar em continuar dormindo, os aparelhos de ar-condicionado são mais silenciosos que os aquecedores e ficam instalados na sua parede, de modo que você não tem risco de tropeçar nele no meio da noite. Além disso, ele climatiza sua casa também em dias quentes.

Ar-condicionado garante a melhor climatização

Depois de sabermos alguns dos principais pontos (risco e consumo) sobre os aquecedores e seus modelos, fica evidente que optar por um ar-condicionado é a forma mais segura, saudável, eficiente e com o retorno mais rápido do investimento. Um ar-condicionado Daikin dimensionado da forma correta e instalado por um profissional credenciado, que seguirá a recomendação do manual de instalação, é a melhor solução para o seu conforto térmico no inverno e no verão.
Na Daikin, a maioria dos aparelhos da linha residencial oferece opções Quente e Frio. Conheça também os modelos comerciais com opção Quente e Frio e garanta o conforto de sua equipe e clientes.