instalar ar-condicionado com segurança

O ar-condicionado já é um equipamento essencial nas residências brasileiras. Nos escritórios é reconhecido há mais tempo, porém a modernização dos aparelhos e instalações é essencial para garantir potência, economia e segurança. Este ponto, inclusive, é algo almejado e obtido desde o planejamento (projeto de climatização) até a instalação do ar-condicionado.

Hoje em dia, toda instalação deve seguir uma série de recomendações para garantir a segurança, economia e melhor utilização dos aparelhos de climatização. Existem, inclusive, leis que tratam dos planos de manutenção para instalações mais específicas (PMOC). 

Nos próximos tópicos, confira o passo a passo Daikin para fazer uma instalação de ar-condicionado segura.

Comece pelo projeto de climatização

Mesmo em residências, quando a instalação é relativamente mais simples quanto a um projeto empresarial, é importante buscar um profissional especializado em climatização para elaboração de um projeto completo. Esse projeto considera dimensões e utilidades do espaço a ser climatizado, como por exemplo a presença de janelas e portas, incidência do sol dentro do ambiente e também a ventilação natural. 

Será necessário, também, consultar a planta e projeto técnico da casa ou apartamento para verificar estruturas de paredes, vigas e encanamentos, além da rede elétrica que deve estar disponível e adequada às demandas do ar-condicionado. Por questão de segurança, é essencial que a instalação elétrica do aparelho esteja conectada a um disjuntor exclusivo.

O projeto de climatização vai dar apoio a todos profissionais envolvidos e também é essencial para o próximo ponto. 

Atenção ao dimensionamento

Também para a segurança, é necessário fazer o dimensionamento correto das instalações. Isso vai incluir o cálculo da potência adequada para as necessidades de cada ambiente considerando Btu/h, que são expressos em números que acompanham o nome e modelo de cada aparelho de ar-condicionado. 

Escolha os aparelhos corretos

O ar-condicionado split tem as suas unidades separadas, permitindo maior mobilidade no momento da instalação. Existe ainda o multi split, em que uma única condensadora pode ser conectada para alimentar até 5 evaporadoras. Para projetos com necessidade de mais de um aparelho, essa é uma ótima pedida justamente para não sobrecarregar o painel de eletricidade e ainda para evitar “gambiarras” na instalação, que só traz prejuízos.

O projeto de climatização já pode apontar suas opções quanto ao aparelho desejado, considerando os diferentes modelos de ar-condicionado existentes: Hi Wall, cassete e duto.

Contrate instaladores profissionais

Não é recomendável que o consumidor instale o seu ar-condicionado por conta própria. Desde o início, já com a elaboração do projeto de climatização, sua melhor opção é contar com um instalador profissional, além de outros especialistas em climatização. 

Você vai poder contar com o serviço de um profissional experiente, e possivelmente também treinado pelo fabricante do seu ar-condicionado, como os chamados instaladores credenciados. O instalador sempre é instruído a seguir o manual de instalação específico do aparelho, o que é importante para não perder a garantia junto ao fabricante.

Além disso, os profissionais também têm técnicas específicas para furar paredes e posicionar componentes sem danificar a estrutura da construção. A unidade externa do ar-condicionado split, por exemplo, deve ser instalada em local de fácil acesso para garantir a segurança de manutenções posteriores.

Para além do momento da instalação, é essencial manter uma rotina de limpezas periódicas e manutenções preventivas para garantir a segurança do aparelho, do ambiente e de todas pessoas que convivem neste espaço climatizado. Aproveite e baixe nosso ebook exclusivo Passo a passo da limpeza de ar-condicionado