Diante da necessidade de ter mais conforto ou mesmo substituir um ar-condicionado antigo, é comum que a maioria dos consumidores pesquisem sobre quanto custa a instalação de ar-condicionado.

Na tomada de decisão, além do equipamento em si, composto por uma unidade interna e outra externa, se for um do tipo split, será necessário considerar alguns pontos como pequenas obras e a mão de obra para instalação. Isso porque esse tipo de serviço só deve ser feito por um profissional técnico que possa garantir o funcionamento adequado do produto.

Aqui, não vamos nos ater aos valores em si, mas nos aspectos que podem influenciar no custo final do seu equipamento. Afinal, instalar ar-condicionado sai caro?

Mão de obra

Indispensável para a instalação de ar-condicionado, é necessário incluir no investimento a mão de obra especializada de um técnico ou empresa, assim como outros serviços de gesseiro, pedreiro, pintor e outros fatores que entram nessa conta, como insumos para a instalação como tubulação de cobre, isolamentos, a distância de deslocamento, ajustes na elétrica, alvenaria, entre outros. Vale a pena buscar por orçamentos e referências, além de verificar se o instalador ou empresa é credenciado junto a marca do seu ar-condicionado.

Ambiente

Os ambientes onde serão instaladas as unidades interna e externa também influenciam nos custos, uma vez que pode ser necessário realizar algum tipo de obra para garantir que estejam preparados para receber a instalação. Deve-se considerar, para esses casos, a mão de obra de outros profissionais como pedreiros e eletricistas, somado aos materiais que utilizarão.

Estrutura

Ainda pensando na estrutura do ambiente, obras podem ser necessárias para que a elétrica, as tubulações de cobre e a hidráulica sejam independentes e possam acomodar a demanda de instalação. Antes de sair quebrando as paredes, recomenda-se buscar a ajuda de um refrigerista acompanhados de um arquiteto ou engenheiro civil para entender se há necessidade desse tipo de intervenção e onde exatamente ela deve ser feita.

Distância entre as unidades

Dependendo da distância entre a evaporadora (unidade interna) e a condensadora (unidade externa), será necessário uma tubulação maior, que pode representar um custo extra na instalação e, por mais esse motivo, é importante avaliar junto ao profissional qual será essa demanda e quanto ela custará. Verifique também a distância máxima suportada pelo seu equipamento, que não deve ultrapassar a recomendação do fabricante.

Prazo

O prazo estabelecido pelo cliente, ou seja, a urgência para instalação do seu equipamento também será um adicional no serviço, já que o profissional terá que se organizar para realizar o serviço em datas ou até mesmo horários que atendam às expectativas. Uma dica aqui é se valer da antecedência, principalmente em construções e reformas, para evitar ter que pagar mais caro. Dica: planeje a compra para o inverno. É a época de baixa estação, os preços de instalação podem estar mais competitivos e a disponibilidade do instalador pode ser maior.

Modelo

Por fim e não menos importante, o modelo de aparelho de ar-condicionado escolhido para instalação também influencia no preço. Afinal, o tempo e a mão de obra empregados para instalação em apenas um cômodo são menores em relação ao serviço realizado em diversos ambientes de uma residência, por exemplo.

Mesmo assim, depois de entender todos esses fatores que influenciam nos custos da instalação e achar que o preço está alto demais, a dica principal é que procure realizar diversos orçamentos com profissionais e empresas para comparação, até encontrar um que encaixe no seu bolso. Claro, sem colocar em risco a qualidade do serviço apenas por um preço muito baixo.

Quer uma ajuda para acertar nessa escolha? Veja nossas dicas para escolher um instalador de ar-condicionado.