Daikin Brasil Brasil

Menu

11-mar-2021 / Release DAIKIN COMEMORA 10 ANOS NO BRASIL

Uma trajetória de conquistas, solidez, transparência e sucesso no mercado de HVAC-R. É desta maneira que a Daikin chega à sua primeira década de existência no Brasil

604a00439787f.png

A Daikin, empresa de origem japonesa e maior fabricante de ar condicionado no mundo, comemora seus 10 anos no Brasil com a certeza de que está no caminho certo: proporcionar ao mercado de HVAC-R equipamentos com tecnologia de ponta e máxima eficiência, gerando conforto e bem-estar a milhões de brasileiros, com a visão de ser a maior empresa de climatização e refrigeração no país.

Desde 2011, quando a Daikin Brasil iniciou suas atividades como subsidiária da Daikin Industries Limited, a empresa foi construindo sua marca pautada em oferecer produtos de alta qualidade com baixo consumo de energia, focada no desenvolvimento dos negócios e transmissão de suas tecnologias e valores. Com parque fabril localizado em Manaus (AM), possui showrooms em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), além de colaboradores e equipes técnicas espalhadas por todo o país.

De acordo com Tomoji Miki, presidente da Daikin Brasil, foram muitos desafios e superações nesses 10 anos no mercado brasileiro. 

“Nossa entrada em grande escala no Brasil, após outros fabricantes, resultou numa certa desvantagem pela falta de conhecimento sobre a marca no país. Isto representou um desafio, já que nossos produtos são de alta qualidade, com características de baixo consumo de energia e que, na época, somente um número limitado de clientes compreendia. Era difícil comunicar ao usuário final essas características de baixo consumo de energia, devido às normas e ao sistema de etiquetagem usado no Brasil até 2019. Os testes não mostravam a real diferença entre aparelhos inverter e de velocidade fixa, tornando a diferença de custo benefício pouco clara para o usuário final. Recentemente, mediante uma colaboração entre o setor privado e Organizações não Governamentais, meio acadêmico e Governo, as normas e etiquetagem foram atualizadas às tecnologias mais recentes, mostrando claramente a diferença entre aparelhos inverter e de velocidade fixa e seus reais benefícios”, revela Miki.

Ao longo desses anos, a Daikin alertava para a diferença entre o método de teste brasileiro e o método de teste mundial, mas sem sucesso. Assim, iniciou uma colaboração com a JICA (Japan International Cooperation Agency) em 2018, para compartilhar as melhores práticas em todo o mundo, especialmente no Japão, no que diz respeito a normatização e etiquetagem. Essa colaboração resultou em discussões que levaram à implantação de um novo método de teste, mostrando ao mercado que as tecnologias são diferentes e devem ser bem explicadas ao usuário final, uma das grandes conquistas da empresa no Brasil.

“As normas e a etiquetagem dos sistemas residenciais constituíram uma mudança exigida pelo mercado e que felizmente ocorreu. Essa mudança será uma virada de jogo durante os próximos anos, já que ainda não é obrigatória. No entanto, apenas um dos problemas foi resolvido. Infelizmente, o setor brasileiro de ar condicionado enfrenta muitos desafios, tais como lidar com questões ambientais e criar regulamentações na área de equipamentos comerciais e centrais, e podemos dizer que somente a Daikin terá condições de mudar essa visão do mercado de HVAC no Brasil. Devido à história da empresa em todo o mundo, acreditamos que sem uma regra clara para sistemas HVAC comerciais, será impossível haver uma concorrência justa entre os fabricantes de ar condicionado”, alerta.

Inovação, pioneirismo e aprendizado

A Daikin foi a primeira empresa do setor a introduzir o fluido refrigerante R-32 no Brasil, obedecendo a filosofia do quanto antes, melhor. Na busca pela transição mundial para novos fluidos refrigerantes, já tinha a resposta, sendo a primeira a adotar o R-32. A intenção é liderar essa transição no Brasil, utilizando esse fluido refrigerante na produção local.

Seu pioneirismo no país alcançou também soluções em automação para equipamentos de ar condicionado de uso comercial, combinando produtos de alta eficiência, IoT (Internet of Things) e monitoração remota, proporcionando ao usuário final inúmeros benefícios, como redução no consumo de energia elétrica e elevação do nível de precisão no gerenciamento e controle dos equipamentos, além da conveniência.

A transmissão do conhecimento para os profissionais do setor de ar condicionando e refrigeração foi um grande marco para a Daikin Brasil, expressando o desejo de mudança do mercado. Em 2012, a empresa iniciou um programa de treinamento em parceria com a escola SENAI Oscar Rodrigues Alves, especializada em refrigeração e HVAC. Entre 2012 e 2018, nove mil técnicos participaram de cursos e treinamentos dedicados a instalação, operação e manutenção de sua linha completa.

Enxergando a necessidade de mais investimentos em mão de obra qualificada e crescimento profissional, em 2019 inaugurou seu Centro de Treinamento - Daikin Training Center.

“Queremos garantir que os sistemas de ar condicionado tenham máxima eficiência e qualidade, proporcionando às equipes de engenharia os mais modernos equipamentos, compartilhando conhecimentos sobre nossas tecnologias avançadas e ensinando como utilizar e extrair o máximo conforto de toda a nossa linha de produtos. Como nº 1 no mundo, a Daikin, juntamente com especialistas em ar condicionado, pode promover tal mudança, não só em termos de comportamento, mas também quebrando paradigmas. Nesse contexto, os instaladores têm um importante papel a desempenhar na promoção dessas mudanças, utilizando ferramentas que irão permitir instalações de alta qualidade. Julgo que esta é a melhor ocasião para transmitir essa cultura. Como outro diferencial, vamos possibilitar que os profissionais operem equipamentos utilizando o refrigerante R-32, ressaltando a diferença na aplicação desse fluido, não só na parte teórica, mas principalmente, na prática. Lançamos ainda o processo sem solda de conexão à frio para tubulação, o PPM (Precision Pipping Method), e confiamos que esse processo nos permitirá manter elevados padrões de instalação de qualidade para nossos produtos, com a vantagem adicional de abreviar o período de instalação, já que os kits sairão da oficina do instalador pré-montados, promovendo maior capacitação técnica. Em todo o Brasil, percebe-se a grande demanda por mão de obra qualificada. Acreditamos que o PPM ajudará a manter a qualidade das instalações que utilizam nossos produtos. Devemos compreender o verdadeiro significado do ar condicionado, a qualidade de seu uso e suas muitas vantagens. Aos olhos do mundo, este país tem um mercado verdadeiramente único! Devemos investir, mostrar tenacidade e fazer a diferença. Temos grande orgulho em criar um centro de treinamento para proporcionar mais cursos aos técnicos e engenheiros. Este é o 30º Centro de Treinamento Daikin estabelecido no mundo, localizado na Barra Funda, em São Paulo, com 2.100 m² de área construída, dedicado ao treinamento técnico e comercial. O espaço foi planejado para receber cerca de 160 profissionais por dia, de segunda a sexta-feira”, informa o presidente da Daikin Brasil.

O Daikin Training Center conta com oito laboratórios para treinamento com produtos, desde equipamentos residenciais até grandes unidades, tais como chillers, splits, multi splits, Sky Air e VRV Fit/Inova e Twin Sky; Área de serviços e brasagem; Quatro salas de aula com capacidade total para 160 pessoas; e Espaço de automação, com treinamento voltado à IoT e integrado a utilidades, tais como iluminação e ar-condicionado; além de uma biblioteca completa. As operações tiveram início em setembro de 2019 e continuaram por 6 meses, até março de 2020, quando foi anunciada a pandemia, atendendo 528 técnicos/engenheiros. Seguindo os protocolos de segurança frente a Covid-19 e o compromisso de manter um ambiente seguro para treinamentos, a Daikin pretende retomar em breve o cronograma de cursos e treinamentos, assim que a pandemia permitir.

Investimentos em P&D

Em um mercado cada vez mais competitivo, a Daikin investe em pesquisa e desenvolvimento - P&D, oferecendo produtos com desempenho excepcional. Ação que se encaixa no escopo da empresa especialista em ar condicionado, não apenas voltada para a produção de equipamentos, mas também para fabricação de compressores, refrigerantes e filtros, e a única a se dedicar exclusivamente a essas atividades.  

“O mercado está mudando em ritmo acelerado. De fato, os brasileiros que não se interessavam pelo baixo consumo de energia dos condicionadores de ar há 10 anos, parecem estar agora interessados, não só nesta questão, mas também no baixo nível de ruído e automação embarcada. Além disso, a Covid-19 elevou o interesse do usuário final pela qualidade do ar. É nossa função reconhecer rapidamente essas necessidades potenciais e fornecer ao Brasil todos os produtos equipados com tecnologia Daikin. É ainda responsabilidade da empresa ficar atenta à demanda futura. Penso que esse é o significado mais importante para a existência da Daikin no Brasil”, comemora Miki.

 

Carrinho de compras

Finalizar compra