Fechar

Daikin Brasil Brasil

Menu

Gás Ecológico

Tecnologia e inovação
pensadas no meio ambiente.

Cada vez mais temos de nos preocupar com o meio ambiente e cuidar do planeta em que vivemos e que precisamos preservar para as futuras gerações. Pensando nisto, em 1987, cientistas e representantes dos governos de vários países se reuniram em Montreal tendo em vista a crescente necessidade de preservar a camada de ozônio da atmosfera do planeta.

R-410A

Deste encontro surgiu o que hoje conhecemos como Protocolo de Montreal que foi um plano de ação internacional com o objetivo de eliminar substâncias químicas que destroem a camada de ozônio. Os clorofluorcarbonetos (CFC), tais como o R-12, foram os primeiros a serem banidos pois causavam mais danos ao meio ambiente. Para outro gás muito utilizado nos equipamentos de refrigeração e ar condicionado, o R-22 (HCFC), foi criado um programa de abandono gradual. Surgiram várias alternativas, mas o gás refrigerante que acabou reunindo as melhores características para atender, neste momento, a demanda mundial foi o R-410A pois oferece alta eficiência e economia de custos de longo prazo para os usuários.

É verdadeiramente revolucionário no sentido mais amplo da palavra, e sua criação foi essencial para o setor.

Gás Ecológico

R-134A

O tetrafluoretano, R-134A, é um gás refrigerante largamente utilizado em equipamentos de refrigeração, principalmente em ar condicionado.

Sua utilização se popularizou a partir da década de 90 como consequência do Protocolo de Montreal, por exemplo em substituição ao R12 em chillers centrífugos. Esse evento teve como objetivo a criação de um plano de ação para redução e eliminação dos agentes destruidores da camada de ozônio. Pelos estudos os vilões da história seriam os gases CFCs (R-12) e HCFCs (R-22 e R-123).
Segundo o Protocolo de Montreal fica proibida a importação de fluidos CFC (R11 e R12) para uso em refrigeração e ar condicionado. Os gases R-22 e R-123 estão previstos para serem eliminados em 2030 nos países desenvolvidos e até 2040 em países em desenvolvimento.

O Brasil, enquadrado pelo Artigo 5 da Decisão XIX/6, adotou o seguinte cronograma:

Cronograma de redução e elminação da produção e consumo de hidroclorofluorcarbonetos - hcfcs

Linha de Base Congelamento 2010 2015¹ 2020² 2025³ 2030 2040
Países Artigo 5 Consumo: 2009 2013 - 10% 35% 67,5% 97,5%
(serviço)
100%
Produção: 2010
Países Artigo 2 Consumo: Consumo de HCFC em 1989 + 2,8% do consumo de CFC em 1989 1996 75% 90% 99,5%
(serviço)
- 100% -
Produção: Média da produção de HCFC de 1989 + 2,8% da produção de CFC em 1989

1 - Limite para as Partes do Artigo 2: encaminharem a possibilidade ou necessidade de uso essencial e revisarem a necessidade 0,5% para serviços;
2 - Limite para as Partes do Artigo 5: encaminharem a possibilidade ou necessidade de uso essencial;
3 - Limite para as Partes do Artigo 5: revisarem a necessidade de 2,5% para serviços para os Países do Artigo 5;

Gás Ecológico

Sem previsão de eliminação o R-134A foi o gás escolhido pela Daikin a ser utilizado em seus produtos. Hoje qualquer cliente Daikin que possui um equipamento com o R-134A tem a certeza de que durante toda a vida útil não corre o risco de perder o investimento feito em um equipamento de alta tecnologia pela simples falta de gás.

Alcançar maiores níveis de eficiência e mitigar os impactos ao meio ambiente, esse é o compromisso da Daikin na sua busca por uma solução sustentável para os seus clientes.